MOITAMOSTRA é um Encontro de Artes em Meio Rural, traduzindo-se num conjunto de eventos culturais no domínio das Artes Plásticas, Teatro, Música, Dança, Literatura, Audiovisuais e outras de âmbito artístico, que se realiza em meio rural, promovendo a partilha das experiências de realidades urbanas e rurais.É também uma oportunidade para os jovens artistas se darem a conhecer e à sua obra, entre pares!
Tudo isto com Entrada Livre, sujeito à limitação dos espaços.

Até já!

Local: aldeia da Moita, freguesia de Moledo, concelho de Castro Daire. 

  

 

Condições de Participação:  PROJETOS / ARTISTAS / OBRAS

Os artistas podem candidatar-se a uma ou mais àreas e/ou formatos podendo apresentar os projetos em um ou mais dias de acordo com as seguintes indicações: 

Datas: Candidaturas - até 31 maio

           Confirmação - até 30 junho

           Eventos - de 28 de julho a 4 de agosto

Àreas: Literatura | Artes plásticas | Música | Teatro | Dança | Cinema Vídeo | Fotografia | Multi-Arte | Multimédia

Formatos: Tertúlia | Exposição | Espectáculo ao vivo | Projecção | Instalação | Curso | Oficina 

Nota1:  As obras selecionadas para a exposição coletiva poderão integrar a Arte Nostra Damus,  e estarão em itinerância durante um ano (de agosto a julho do ano seguinte),  assegurando o GEIC os locais de exposição ao longo do ano.

Nota2: Em caso de venda da obra, esta será disponibilizada no final da itinerância da Arte Nostra Damus, revertendo 40% do valor indicado pelo artista para o GEIC.

Nota3: Aos artistas com obras selecionadas para a exposição, o GEIC assegura as despesas de deslocação, no dia da inauguração.

Aos projetos selecionados, a MOITAMOSTRA assegura as despesas de deslocação, assegura alojamento (no dia de atuação) e duas refeições (para a comitiva aprovada).

 

Ressarcimento das despesas:

As despesas de deslocação (em território nacional continental) devem ser apresentadas sob a forma  de recibo fiscalmente válido, com o NIF: 503 019 410, do GEIC.

 

Caso pretendam prolongar ou antecipar a vossa estadia durante o encontro, poderão: 

  • Ficar alojados no camping MM com tenda própria - 2€/noite/pax (8€/semana)

  • Ficar alojados no camping MM com tenda do GEIC - 4€/noite/pax (16€/semana)

  • Ficar alojados no Centro D’Arte – 5€/noite/pax (quarto duplo/triplo/quadruplo)

  • Casa D’Artes  -  7€/noite/pax (quarto multiplo)

  • Casa da Fontinha – quartos desde 20€/noite.

  • Comer connosco no recinto - 6€/ refeição.( almoço/jantar)

  • Comer no restaurante da aldeia da Moita ou em Mões.

 

Para as situações não contempladas nestas condições, o GEIC acertará  pontualmente com os interessados.

Contacto: This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.

 

Ano de 2017

MM17

29 - jul  a  5 - ago

PROGRAMA para download

VEM VER A MAIOR TELA DO MUNDO - (GWR2007)

EM EXPOSIÇÃO EM MEIO RURAL

aqui como foi a MM16!

Desde 1990 o GEIC tem, por iniciativa própria, promovido a descentralização levando à aldeia da Moita (Freguesia de Moledo - Concelho de Castro Daire – Distrito de Viseu) centenas de eventos culturais, consolidando a vontade de contribuir de uma forma efectiva e real para a descentralização cultural e dessa forma apoiar o combate à desertificação no interior do País.

É ainda um momento de encontro e breve residência de artistas, em que o meio rural protagoniza um espaço-tempo de convívio, troca e debate de ideias, de partilha de processos e produtos de experimentação/criação artística e intervenção comunitária e cultural e de "forja" de novos projectos e parcerias.

As várias edições da MOITAMOSTRA têm movimentado gentes de fora à descoberta de paisagens, humanas e físicas para elas desconhecidas, cruzando formas de estar, acrescentando, aos de dentro e aos de fora, o prazer de conhecer a diferença.

Na prossecução destes objectivos e na própria divulgação e apoio aos jovens artistas, o GEIC tem contado com parcerias e apoios de algumas instituições como o IPJ – Instituto Português da Juventude, IEFP, C.M. Amadora, C.M. Castro Daire, C.M. Lisboa, C.M. Coruche, C.M. Mação, Junta de Freguesia de Moledo, ONGs e outras entidades públicas e privadas.

Print Email